Como combinar mantas no sofá: A Antique & Chique separou neste artigo dicas para ajudar você a combinar mantas em sofás, abordando formas, cores e tipo. Saiba tudo sobre como combinar mantas no sofás.

como combinar mantas no sofá

Como combinar mantas no sofá

Versáteis, charmosas e com o intuito de deixar um ambiente charmoso e cheio de personalidade, as mantas de sofá deixaram há muito tempo de ser apenas uma peça para esconder alguma imperfeição no sofá, para se tornar um item de decoração.

Hoje em dia, existem mantas de diferentes materiais, tamanhos, cores, estampas e podem ser usadas para mudar a cara de um ambiente, além de servir para aquecer os pés em dias frio, para evitar sujar o móvel ou para inovar em um sofá que já está antigo e pedindo por uma restauração, além de prolongar a perfeição de um sofá novo.

As principais dúvidas

Na hora de comprar uma manta, diversas dúvidas surgem. Qual material? Qual cor? Como colocar?

Encontrar qual a cor ideal de manta para o seu sofá pode ser um grande desafio, uma vez que existem diversas composições.

Cores

Sofás que sejam em tons neutros como bege, marrom, cinza, verde escuro, combinam com qualquer cor, então para dar um ar diferente, procure brincar com o contraste entre o claro e o escuro.

Já em sofás coloridos, é preciso ter mais atenção, pois dão certo tanto com cores neutras, quanto com mantas coloridas. O ideal é fazer um teste de cores antes de comprar, a dica é tirar uma foto do sofá antes de ir comprar a manta e quando for escolher, compare os tons.

Estampas

Além das cores, também é possível trabalhar em estampas. Para escolher qual a estampa ideal para o seu ambiente, tenha em mente uma paleta de cores comum entre a manta e o estofado do sofá e pense qual é o tipo de sensação que gostaria de passar ao ambiente e para as pessoas que irão frequentar.

Cores claras misturadas com texturas em tons vibrantes dão ao ambiente um ar de modernidade e criatividade, além de passar leveza e alegria.

Material

Para a escolha do material, optar por fibras naturais é uma opção pois são absorventes.

Algodão orgânico, linho, lã e seda trazem conforto, além de absorverem e reterem melhor o calor, enquanto as fibras sintéticas como nylon, acrílico e poliéster esquentam e acumulam odores.

Quais materiais mais usados nas confecções de mantas?

  • Lã escovada natural: este tipo de lã possui um lado espesso de lã escovada e outro lado liso, costuma ser quente e macio;
  • Lã pura: não tão indicada por vir de carneiros, lhamas, alpacas e ovelhas, este material costuma receber tratamento para ficar macio, porém preserva fibras e acumula mais calor do que a lã escovada;
  • Algodão: material orgânico, é o mais popular, pois sua espessura e quantidade encontrada faz a diferença entre uma peça e outra, como por exemplo um lençol ou um cobertor;
  • Cashmere: também de origem animal, cashmere é uma lã macia produzida por cabras da região de Caxemira, na Ásia. É um item de luxo que aquele e da um ar requintado ao ambiente;
  • Seda: além de resistente e suave, as mantas de seda oferecem luxo ao móvel e possuem propriedades antimicrobianas e antifúngicas;
  • Chenille: material muito usada na confecção de forros para estofados, além de colchas, roupas de banho, toalhas e mantas decorativas. Por possuir grande suavidade em sua textura, o tecido passa sofisticação e elegância para o ambiente em que é inserido;
  • Crochê: por se tratar de um trabalho 100% manual, é um artesanato delicado e cheio singularidade, uma vez que um ponto não será igual ao outro na mesma peça e nem em outra peça.;
  • Tear manual: o tear manual nada mais é do que um aparelho de madeira para tear, totalmente operado por mãos e é usado para criar tecidos através do entrelaçamento dos fios.

Leve em conta a procedência

Na hora de escolher qual tipo de manta comprar, levar em conta qual a sua procedência e tipo de material é importante. Evitar materiais de origem animal, dê preferência para materiais orgânicos, que possuem um histórico sustentável.

Além de ser sustentável, produtos confeccionados com materiais orgânicos possuem mais durabilidade, não se desgastam com facilidade e podem manter a qualidade, cor e textura intacta por muito mais tempo do que produtos feitos com materiais comuns.